Home » Transtorno

O que é transtorno afetivo bipolar

O transtorno de bipolaridade é um problema sério, que afeta muitas pessoas e precisa ser tratado para não resultar em outros problemas.

Bipolaridade

Com certeza você já ouviu falar em transtorno bipolar. A verdade é que ele tem se tornado tão comum enquanto expressão, que já deve ter aplicado do conceito de “pessoa bipolar” para muitas pessoas. Mas embora popularmente falando ele seja relativamente conhecido, seus efeitos e sintomas são bastante violentos, com certeza deixariam muitas pessoas estarrecidas pelas complicações que aludem.

Nos últimos anos, muitos avanços clínicos têm sido alcançados no intuito de ajudar no tratamento dessa doença, mas muito ainda é preciso ser feito, de modo que a melhor maneira de se tratar esse mal é através do conhecimento.

E se você quer saber mais sobre esse problema, continue lendo.

Causas do transtorno afetivo bipolar

Transtorno Bipolar

Você pode nunca ter chegado a conhecer ninguém que sofresse desse mal de verdade, mas estima-se, segundo a Organização Mundial da Saúde, que mais de seis por cento da população mundial padeça dessa mal. E embora ainda gire muita controversa sobre suas causas, estimasse que esse número ainda vai aumentar nos anos vindouros.

Em todo caso, essa é uma doença que existe desde tempos imemoriais, só sendo diagnosticada na modernidade, e antes chamada de transtorno maníaco compulsivo. Embora efetivamente diagnosticada há pouco tempo, sabe-se que entre os principais fatores de sua causa está a hereditariedade, sendo que o fator genético se configura como um motivos mais comuns de desenvolvimento da doença.

Atrás dele, o segundo fator conhecido e que configura cinquenta por cento dos casos, é a questão social onde o individuo está inserido. Sabe-se que problemas como o estresse exagerado, fortes traumas psicológicos, e mesmo desequilíbrios psíquicos podem desencadear a doença.

Sintomas do transtorno afetivo bipolar

Mulher no espelho depressiva

Os sintomas da bipolaridade são bastante violentos, e quando se manifestam atingem o paciente de modo a deixá-lo no chão.

A doença, por definição, é uma alternância entre estados de espírito extremos. Assim, o paciente com a doença fica refém de uma inconstância psicológica que é como uma montanha russa, onde, quando ela está em seu ponto mais alto, o doente é acometido por ondas de euforia, sendo a eletricidade de suas ações, pensamentos, palavras desconcertantes, enquanto em seus momentos mais baixos o paciente sofre de uma terrível depressão.

Entre os sintomas mais específicos, estão à fala embaralhada, no período de euforia, bem como a dificuldade para ordenar de modo claro seus pensamentos. Já na fase de depressão, o paciente sofre de total desanimo, e um total desinteresse pela vida, podendo chegar às raias de desejar morrer.

Tratamento indicado para o transtorno afetivo bipolar

Segurando remédios

O transtorno afetivo bipolar é um dos transtornos mais violentos do campo psíquico, e devido à possibilidade de acarretar em suicídio é preciso um tratamento rápido, constante, que durará possivelmente toda vida, e que acompanhará medidas pesadas, como, por exemplo, o uso obrigatório de remédios, como antidepressivos e controladores de humor, visando manter a alternância de humores o mais sob controle possível.

Além disso, o acompanhamento clínico é indispensável, sendo que o paciente precisa se consultar periodicamente e de forma regular com psicólogos ou psiquiatras.

Nesse vídeo do Youtube você confere como é o transtorno de bipolaridade:

Publicado por Andre Moreira
Revisado em 21/09/2017

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar