Home » Transtorno

Transtorno de Ansiedade Generalizada

O transtorno de ansiedade generalizada afeta igualmente homens e mulheres que vivem em constante preocupação e estresse. Veja mais:

Ansiedade

Considerada uma reação fisiológica do organismo diante de situações novas, a ansiedade se manifesta em momentos que antecedem uma festa, uma entrevista de emprego, um vestibular, um concurso, uma viagem e até mesmo o nascimento de um bebê.

Mas, quando os quadros de ansiedade se tornam comuns e frequentes, o problema recebe o nome de transtorno de ansiedade generalizada (TAG) e é classificada como uma doença mental caraterizado pela preocupação excessiva com situações rotineiras ou novas, além de irritabilidade, tensão muscular, dor de cabeça, insônia e dificuldade de concentração.

Com um nível de ansiedade e preocupação desproporcional aos acontecimentos, o transtorno de ansiedade generalizada diminui a qualidade de vida social, familiar e profissional. Por isso, conhecer melhor suas causas, sintomas e tratamento é a melhor forma de prevenir uma das principais doenças da sociedade contemporânea:

Causas do Transtorno de Ansiedade Generalizada

Rosto de Ansiedade

Classificada como uma doença mental, a ansiedade se torna patológica quando a pessoa começa a apresentar sintomas extremos de nervosismo, tensão e preocupação. As causas do transtorno de ansiedade generalizada são desconhecidas, mas acredita-se que os fatores determinantes para o desenvolvimento da doença é genético.

Entretanto, a falta de tempo, a vivência com familiares ansiosos e preocupados, a exposição diária a situações estressantes e a cobrança familiar, pessoal e profissional podem contribuir para o desenvolvimento da TAG.

Sintomas do Transtorno de Ansiedade Generalizada

Ansiedade roendo unhas

O principal sintoma característico da TAG é a presença constante de preocupação e tensão por situações rotineiras e novas que não requerem tanta preocupação.

Mas, além disso, algumas pessoas apresentam sintomas secundários que aparecem devido à ansiedade generalizada, mas podem variar de pessoa para pessoa. Entre eles estão os quadros de insônia e noites mal dormidas, fadiga, dificuldade de concentração, irritabilidade, inquietação, palpitações, dor muscular, tremor nos músculos, quadros de problemas estomacais, náuseas, diarreia, fome excessiva ou falta de apetite, falta de ar, aumento da pressão arterial, sudorese excessiva e taquicardia.

Tratamento para Transtorno de Ansiedade Generalizada

Mulher tomando medicamentos

O diagnóstico da TAG muitas vezes é fácil de ser feito, basta uma avaliação clínica criteriosa. Já o tratamento requer cuidados básicos e a interpretação correta da doença, pois muitas pessoas que apresentam o transtorno de ansiedade generalizada apresentam também transtorno obsessivo compulsivo, fobias e síndrome do pânico.

O tratamento visa melhorar a qualidade de vida do paciente e permitir com que ele possa ter uma vida cotidiana normal e saudável. Para isso, usam-se alguns medicamentos como os antidepressivos e ansiolíticos que diminuem a captação dos hormônios capazes de nos deixar em alerta e causar as crises frequentes de ansiedade por situações comuns.

Além disso, recomendam-se as sessões de terapia cognitivo-comportamental para que o profissional possa compreender o que causa os quadros de ansiedade generalizada e como é possível controlá-los. As sessões de terapia ensinam os pacientes a controlar o estresse, relaxar nas crises de ansiedade e a controlar os pensamentos e as preocupações que pioram a TAG.

As sessões de terapia comportamental, o uso correto dos medicamentos, a busca por profissionais qualificados e o apoio familiar traz expectativas positivas para quem sofre com o transtorno de ansiedade generalizada.

Ficou com alguma dúvida sobre esse transtorno? Veja esse vídeo do Youtube para saber mais:

Publicado por Thais
Revisado em 18/08/2015

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar