Home » Transtorno

Transtorno Obsessivo Compulsivo

O Transtorno Obsessivo Compulsivo é uma doença psíquica que atinge cerca de 2 milhões de pessoas no Brasil. Veja mais sobre o assunto!

Transtorno Obsessivo Compulsivo

O TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) é um distúrbio mental, cujo nome, é bem conhecido entre a sociedade, mas que poucos realmente sabem como ela é ou quais seus sintomas. Diferente do que muitas pessoas pensam, o TOC não é uma doença rara, muito pelo contrário, graças ao seu alto índice de casos, essa doença está muito presente em nosso cotidiano.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os casos de TOC estão se tornando cada vez mais frequentes, mas que, graças ao super avanço na medicina e nos estudos relacionado a essa doença, o combate e o tratamento estão se tornando cada vez mais eficazes.

Esse distúrbio mental influencia na ansiedade e nos pensamentos compulsivos de uma pessoa gerando um tipo de mania no qual ela tem e deve executar naquele instante de forma incontrolável e repetitiva. Essas ações interferem consequentemente nas relações pessoais e interpessoais de um portador de TOC.

Vejamos então, algumas definições e sintomas dessa doença que está cada vez mais presente no nosso dia a dia.

O que é o Transtorno Obsessivo Compulsivo

O TOC, geralmente, é descoberto na adolescência, mas pode aparecer também logo na infância, na fase adulta e também na 3ª idade. Sendo que, quando adulto os sintomas passam a ser mais frequentes e fora do comum. Na 3ª idade, os reflexos acabam sendo menores devido à incapacidade de realizar muitas tarefas.

O que é Transtorno Obsessivo Compulsivo

A origem do TOC ainda é incerto, mas tudo o que se sabe é que, fatores relacionados à genética, como predisposição no DNA, alterações funcionais e neuroquímicas no cérebro e fatores ligados à psicologia de aprendizagem do portador como formas incorretas de se trabalhar com o medo, a aflição e a ansiedade, são os principais fundamentos relacionados a origem desse distúrbio.

Há, também, termos que dizem que pessoas portadoras do TOC cometem falhas para conseguir compreender e perceber a realidade, tais erros seriam responsáveis pelo surgimento e/ou persistência da doença, de forma que exageram no risco e consequentemente na realidade, dificultando os meios de conviver e lidar com as incertezas, exagerar nas falhas e acreditar demasiadamente no poder do pensamento.

Sintomas do Transtorno Obsessivo Compulsivo

As pessoas portadoras do TOC convivem com manias repetitivas e foras do comum que aparentam ser incontroláveis, e realmente, para eles são. Em outras palavras, esse distúrbio ocasiona ações que, aos olhos das pessoas normais não são necessários.

Sintomas Transtorno Obsessivo Compulsivo

Uma das peculiaridades mais curiosas do TOC é a variedade dos seus sintomas, como por exemplo: fobias de contaminação, ou seja, lavagens exageradas, dúvidas em excesso tendo de ficar  verificando a todo momento, preocupação fora do comum em ordem, simetria ou até mesmo exatidão, pensamentos inaceitáveis, como violência, blasfemos e outras ideias sem noções, mania de guardar objetos sem valor/utilidade e não conseguir jogá-los, etc.

Os portadores desse transtorno sempre apresentarão vários sintomas, mas sempre haverá um em destaque, variando de portador para portador.

Tratamento para Transtorno Obsessivo Compulsivo

Para diagnosticar o TOC, é preciso que as compulsões e fobias ocorram durante algum tempo (1 hora, por exemplo) ou que causem desconforto e irritabilidade de forma significativa, ou coloque em risco a vida na sociedade, no trabalho, na escola ou qualquer outra área de importância para o portador. Mas, lembre-se, nem tudo que é obsessivo é especificamente TOC, outros transtornos psicológicos e vícios podem causar efeitos parecidos. Por isso, a melhor maneira de se diagnosticar esse distúrbio é através de acompanhamento psiquiátrico.

Tratamento para o Transtorno Obsessivo Compulsivo

A forma de tratamento mais utilizada para o TOC são os medicamentos, que de início, eram destinados para o controle da depressão, que mais tarde foi descoberto sua ação contra o TOC. Outra forma atuante junto aos remédios é a terapia cognitivo-comportamental, que utiliza exercícios de controle e corte de executar as manias do transtorno, basicamente é a prevenção da resposta.

Esses tratamentos são realizados de acordo com a gravidade do distúrbio, tendo a regulação do medicamento em doses maiores e menores, em alguns casos em que há a associação do medicamento junto à terapia (TCC), os resultados têm se mostrando bem efetivos, havendo em alguns casos a eliminação por completos dos sintomas. Lembre-se, também, nunca tente fazer nada sem o diagnóstico ou acompanhamento de um profissional.

Quer saber mais sobre o Transtorno Obsessivo Compulsivo? Então, assista ao vídeo que segue abaixo.

Publicado por Luis Carlos
Revisado em 21/09/2017

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar